O que esperar do MEO Marés Vivas 2017?

Mapa Marés Vivas 2017

Começa nesta sexta-feira, dia 14, às 17h00, mais uma edição do MEO Marés Vivas, no local do costume: praia do Cabedelo, em Vila Nova de Gaia.

Os festivaleiros podem contar com bom tempo para os três dias, em que as temperaturas nunca estarão acima dos 29 graus e as mínimas não vão abaixo dos 15 durante a madrugada, segundo o IPMA.

O festival tem quatro palcos espalhados pelo recinto, MEO, Santa Casa, Beirão e palco RTP Comédia.

Na primeira noite, Diogo Piçarra abre o palco principal. O cantor tem vindo a apresentar o álbum “do=s” de onde já são bem conhecidos os temas ‘Dialecto’, ‘História’ e ‘Só Existo Contigo’. Depois do sucesso do álbum “Espelho”, que revelou Diogo Piçarra como autor e compositor, o segundo álbum, “do=s”, lançado este ano, tem conquistado novos fãs e cimentado a dedicação dos que estão ao seu lado desde os tempos em que começou por participar no programa de talentos “Ídolos”. Segue-se Tom Chaplin. O inglês, de 38 anos, tornou-se conhecido como vocalista dos Keane e virá apresentar em Gaia o seu álbum de estreia a solo, “The Wave”, do qual se espera com particular interesse o tema ‘Quicksand’. Já Bastille, a banda de Dan Smith, traz sonoridades de indie rock alternativo a Portugal onde se aguarda um palco a exibir excertos de filmes do cantor e compositor. Com canções frequentemente escolhidas para ilustrarem programas de televisão, os Bastille já se ouviram nos jogos de vídeo FIFA três vezes: ‘Weight of Living, Pt. II’ em FIFA 13, ‘Hangin’ em FIFA 16, e ‘Send Them Off!’ no FIFA 17. Agir fecha a noite ao subir ao palco à 1h00. Com dois álbuns já lançados e um terceiro a ser preparado, as novidades serão as canções ‘Manto de Água’ e a muito dançável música para este verão ‘Queres ou Não Queres’.

No segundo dia, o cair da tarde faz-se ao som dos Amor Electro. A banda de Marisa Liz tem tido um verão recheado de concertos. O mais recente álbum já é de 2013 mas no ano passado participaram com a canção ‘Mas Isso Não Me Satisfaz’ no disco “Passa a Outro e Não ao Mesmo”, da Rádio Comercial, com 11 artistas e 11 canções para 11 causas. Logo depois temos o dinamarquês Lukas Graham que deu nome a toda a banda. Com 28 anos, o músico atingiu grande popularidade em 2016 com o tema ‘7 Years’, um dos que não deve faltar esta noite. Agora vamos a alguns números: 51 anos. 100 milhões de discos. Vêm do país da Volkswagen, da Mercedes e da BMW e são considerados uma das melhores bandas da Alemanha e da Europa. No MEO Arena, em Lisboa, já estiveram em 2016, 2014 e 2011. O Casino do Estoril recebeu-os em 2008 e em 2001 também já cá tinham estado. Dos Scorpions é de esperar um pouco de tudo desde os grandes êxitos de carreira, até ao mais recente álbum “Return to Forever”. Novamente o palco abre e fecha em português com os Expensive Soul. Se ‘O Amor É Mágico’ vai alegrar a noite de sábado na praia do Cabedelo, de certeza.

O último dia vem provar que filho de peixe sabe nadar com o filho de Sting a abrir o palco principal. Curiosamente, o músico diz que foram os Nirvana que mais o inspiraram para se dedicar à música. Além de saber cantar e tocar, Joe Sumner ainda criou a aplicação Vyclone que aproveita os vídeos feitos por fãs durante os seus concertos. Desde as Festas de Lisboa ao Jubileu dos Jovens em Fátima, Miguel Araújo está um pouco por todo o lado e também no início da noite de domingo no Marés Vivas. O terceiro álbum a solo de Miguel Araújo chama-se “Giesta”. A seguir, é Sting que toma conta do palco. Haverá uma parceria com o filho? A ver vamos mas já tem acontecido noutros concertos. A lançar discos a solo desde 1985, o cantor lançou no ano passado “57th & 9th”. Desde 2004 que Sting é presença assídua em Portugal. MPB, R&B, samba e soul fecham a noite com Seu Jorge. Depois do Marés segue para Viseu para um concerto a 12 de agosto.

Os agora conhecidos como Caelum atuam no domingo, no palco Santa Casa. No ano passado, já por aqui passaram ainda com a designação Caelum’s Edge.

Aqui ficam os horários completos do MEO Marés Vivas, cujas portas abrem diariamente às 17h00:

14 de julho
Palco MEO

20h15 – Diogo Piçarra
21h30 – Tom Chaplin
23h00 – Bastille
01h00 – Agir

Palco Santa Casa

17h00 – Quatro e Meia
18h30 – Souls of Fire

Palco Beirão

02h30 – Marcelinho da Lua feat. MC Angelo B / João Dinis

Palco RTP Comédia

18h00 – Fábio Pascoal
20h00 – Ricardo Couto
21h15 – Joel Santos
22h15 – Eduardo Madeira

15 de julho
Palco MEO

19h20 – Amor Electro
20h40 – Lukas Graham
22h15 – Scorpions
00h30 – Expensive Soul

Palco Santa Casa

16h30 – João Pequeno
17h25 – Kappa Jota
18h35 – Mundo Segundo

Palco Beirão

02h30 – DJ Oder / We Dem Boyz

Palco RTP Comédia

18h05 – Pedro Mata
19h35 – Joana Santos
21h00 – Pedro Neves
21h30 – Ana Bola

16 de julho
Palco MEO

20h30 – Joe Sumner
21h30 – Miguel Araújo
23h00 – Sting
01h00 – Seu Jorge

Palco Santa Casa

17h00 – Caelum
18h30 – Átoa

Palco Beirão

02h30 – Wilson Honrado / João Vaz

Palco RTP Comédia

18h00 – Sérgio Duarte
20h00 – Bruno Henriques
21h15 – João Seabra
22h15 – Francisco Menezes

Daniela Azevedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.