Quid p’ra FNAC com “Gramática de Ser”

Os Quid na FNAC do Alegro Alfragide com Daniela Azevedo

O projeto Quid tem estado a fazer um conjunto de showcases nas FNACs de norte a sul do país e foi na atuação do passado dia 13 de março, no Alegro de Alfragide, que assistimos à apresentação do EP de estreia “Gramática de Ser”. Os Quid são um projeto de originais em português que, depois de uma formação inicial datada de 2003, surgiu em 2014 em formato acústico e disposto a marcar uma posição na cena musical pop, rock e alternativa de Lisboa.

No showcase de Alfragide, o quarteto demonstrou estar bem preparado para tocar qualquer instrumento: violoncelo, viola, teclado e percussões, com um cajón a destacar-se.

‘Ego’ e ‘Veludo Azul’ ganham uma dimensão quase barroca graças ao violoncelo de Marília Maia e Moura, sendo que, na segunda, os efeitos de eco acrescentados à voz de Anabela Tomás ainda ajudam mais a esta profundidade que a canção nos transmite.

Os Quid na FNAC do Alegro Alfragide com Daniela Azevedo
Os Quid na FNAC do Alegro Alfragide com Daniela Azevedo

O projeto Quid está a concorrer à 3.ª edição do EDP Live Bands que o pode levar aos melhores dos festivais de verão. Os vencedores também gravam o 1.º álbum de originais com a Sony Music.

O ponto alto do mini concerto aconteceu com ‘Sempre Demais’. Depois de Luís Santos ter simulado uma falha técnica para «aproveitar e tocar duas vezes esta canção que é tão linda», o público agradeceu o “bis” do tema que mistura as vozes de Anabela Tomás, Marília Maia e Moura, perfeitamente combinadas, e a trazerem uma vida muito própria a um tema que algum público já consegue cantarolar.

‘Noites Loucas’, ‘Analepse’ e ‘Mais Um Dia’ fecham a atuação polida e colorida de um repertório que os amigos e fãs do projeto Quid anseiam por ver alargado. Vamos ao nível seguinte?

Quid na FNAC do Alegro, em Alfragide, a 13 de março de 2016, fotografados por Basílio Vieira
Quid na FNAC do Alegro, em Alfragide, a 13 de março de 2016, fotografados por Basílio Vieira

Daniela Azevedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.