Outono é tempo de jazz, de Cláudia Franco e de “Soul Dance”

Outono é tempo de jazz. É verdade que já não podemos fazer contagem decrescente para os finais de tarde em esplanadas e ainda é cedo para nos enroscarmos em frente à lareira mas, felizmente, nesta sexta-feira, 9 de outubro, houve Cláudia Franco a apresentar o seu álbum “Soul Dance”, com as primeiras chuvadas mais fortes a empurrarem-nos para uma noite no aconchego do Hot Clube, em Lisboa. A decoração do espaço remete-nos para os grandes festivais de jazz da década de 70 em Portugal e ali o ambiente que se respira é de paixão, calor e noites no doce embalo do jazz.

“Soul Dance” é o álbum de estreia de Cláudia Franco. Com experiência assinalável no mundo da música, há já alguns anos que a cantora se dedica ao jazz, o universo pelo qual se apaixonou e ao qual decidiu dar vida num registo suave e sedutor. Os gostos musicais que tem, que vão de Ella Fitzgerald, a Carmen McRae e Nancy Wilson, assentam-lhe bem na personalidade musical que se mostra romântica em ‘How Long As This Been Going On’ e ‘The Boy Next Door’, que soaram maravilhosamente no concerto no Hot Clube, e ainda temos a sorte de as poder ouvir em qualquer instante, por estarem no disco.

Cláudia Franco tem em “Soul Dance” um álbum onde, além de versões de nomes consagrados do jazz, também encontramos duas composições em nome próprio e ainda um tema de Tom Jobim. Quem já a conhece bem consegue trautear ‘Dharma’, uma das originais que também nos ofereceu no concerto muito intimista e cheio de piscadelas de olho cheias sedutoras no Hot Clube.

A qualidade que imprimiu à actuação foi suficiente para ninguém arredar pé mesmo depois do intervalo. Os músicos que a acompanham têm experiência e sabedoria suficientes para cativarem a audiência igualmente sapiente do Hot Clube que não vai ali para ter surpresas mas sim para ouvir e desfrutar de uma bela e tranquila noite de jazz com as primeiras chuvas a tornarem o “lá fora” mais desagradável. Cláudia Franco apresenta os seus músicos e ficamos a conhecer a família que temos diante de nós; uma família bem coordenada, cúmplice nas intenções de dar o melhor ao seu público e com espaço para ir longe.

Cláudia Franco no Hot Clube a 9 de Outubro
Cláudia Franco no Hot Clube a 9 de Outubro

Presença charmosa, a cantora consegue introduzir uma sonoridade nova ao jazz tradicional sem, no entanto, abanar a base da expressão jazzística à qual agarra a sua experiência.  É verdade que este é um álbum de jazz, o tal género musical que só as pessoas crescidas podem entender, mas Cláudia Franco consegue imprimir-lhe uma jovialidade e frescura tais que dou por mim a ouvir e trautear antes das 7h00 as canções ‘Night and Day’ e ‘You’re Driving Me Crazy’. No fundo, são tudo músicas boas que vamos querer ouvir por mais tempo. E hoje é uma boa oportunidade para o voltar a fazer no concerto de aniversário da Smooth FM no CCB, em Lisboa, às 21h00.

Cláudia Franco no Hot Clube - pormenor de palco
Cláudia Franco no Hot Clube – pormenor de palco

Daniela Azevedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.