Inteligência Artificial na música: sim ou não?

Conferência discute como a inteligência artificial influencia a música

A 5.ª edição da European Jazz Conference – Conferência Europeia de Jazz começou hoje no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, e decorre até sábado, dia 15.

A conferência, coorganizada pelo CCB, pela Europe Jazz Network e pela Associação Sons da Lusofonia, com apoio da Câmara Municipal de Lisboa, do Turismo de Lisboa e do Programa Europa Criativa da União Europeia, reúne os atores-chave da paisagem cultural e do jazz na Europa durante três dias para desenvolver ideias e práticas inovadoras. Trata-se da principal reunião anual da indústria ligada ao jazz e música criativa na Europa, dirigida particularmente aos líderes dos festivais de música, promotores, gestores culturais, agentes, jornalistas e agências de exportação ao nível regional e nacional,

Carlos Martins, da Associação Sons da Lusofonia, diz que é preciso distinguir a música que é criada com a ajuda de um computador e música feita exclusivamente por aplicações digitais. Este foi um dos assuntos debatidos pelos grupos de trabalho durante a tarde de hoje no quadro “Digital tools / Streaming group”.

 

 

A programação da conferência prossegue amanhã, durante todo o dia, e inclui palestras da cantora portuguesa Maria João, que vai falar sobre o percurso no jazz, e do francês François Pachet, diretor da área de pesquisa da plataforma de música Spotify, bem como vários showcases de música portuguesa: Impermanence, Bode Wilson Trio, Axes, Pedro Melo Alves’ Omniae Ensemble, Quarteto Beatriz Nunes e TGB.

Na sexta-feira, juntam-se em palco o trio norueguês Espen Eriksen e o saxofonista britânico Andy Sheppard e, no sábado, atua o projeto New Conception of Jazz, do pianista e compositor norueguês Bugge Wesseltoft.

No ano passado, a Conferência Europeia de Jazz aconteceu em Liubliana, na Eslovénia. 2018 é o Ano Europeu do Património Cultural.

Consulte o programa completo aqui.

Daniela Azevedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.