Vereadora bracarense Lídia Dias: «Queremos que a cidade seja ainda mais contemporânea e vanguardista»

Cartaz Noite Branca 2016

A cidade de Braga prepara-se para receber, de 2 a 4 de setembro, mais uma edição da Noite Branca. Em 2016 assinala-se já a quinta edição de um evento de música, arte e cultura, que começou por ser resultado da Capital Europeia da Juventude Braga 2012.

Mais do que um festival de música, a Noite Branca tem vindo a conquistar o seu lugar de destaque entre os eventos que juntam animação de rua, atuações diversas, teatro, instalações, dança e, claro, concertos de artistas de reconhecimento nacional.

Os concertos para um público mais abrangente realizam-se no chamado “Palco Principal”, localizado na Praça do Município. Na sexta-feira, dia 2, a música vai estar por conta da fadista Carminho e do cantor e compositor Miguel Araújo. No dia seguinte, Braga recebe a atuação conjunta de Sérgio Godinho e Jorge Palma, além de um concerto dos Gift, com Sónia Tavares já a 100%, e de uma noite de hip-hop bem disposto com os HMB.

A edição deste ano fica marcada pela novidade da instalação, logo na sexta-feira, de um palco na Avenida Central, que terá programação em duas noites e curadoria do espaço cultural GNRation, liderado pelo músico Luís Fernandes. É lá que na primeira noite, 2 de setembro, vão tocar os brasileiros Boogarins e, na noite seguinte, o chileno Matias Aguayo. As duas presenças musicais da América do Sul vêm na sequência de Braga ser, este ano, Capital Ibero-Americana da Juventude. Pelo mesmo palco passam também os portugueses Linda Martini e Branko, no sábado.

Pormenor da Sé de Braga
Pormenor da Sé de Braga

A Noite Branca tem, ainda, uma componente tecnológica ao abraçar o projeto do artista plástico Pedro Tudela, natural de Viseu, que vai conceber uma intervenção de iluminação na cidade no primeiro fim-de-semana de setembro para criar «lugares e perspetivas diferentes tornando a nossa proposta distintiva», disse-me a vereadora da Educação e Cultura da Câmara Municipal de Braga, Lídia Dias, depois da conferência de imprensa que esta manhã serviu para apresentar o programa da edição de 2016 da Noite Braga, em Braga.

A intervenção artística de Pedro Tudela vai ser feita nos espaços públicos da cidade e «tem a ver com a arte da iluminação em que nós entendemos que devemos apostar. Ele vai fazer um trabalho de artista», descreveu a vereadora. Braga tem um património material e imaterial muito rico que, certamente, vai sair ainda mais destacado com o trabalho de Pedro Tudela. Para domingo, dia 4, está, ainda, previsto um concerto de sinos.

Braga está a candidatar-se a cidade das Media Arts, da UNESCO, pelo que «queremos que a cidade seja ainda mais contemporânea e vanguardista», reforçou Lídia Dias.

Daniela Azevedo na conferência de imprensa de apresentação da Noite Branca de Braga '16
Daniela Azevedo na conferência de imprensa de apresentação da Noite Branca de Braga ’16

Falta dizer o preço dos bilhetes: 0 euros. Isso mesmo. Toda a programação cultural e musical é de entrada livre. «É gratuito, é para todos, só queremos que esteja bom tempo e que toda a gente venha e ver a cidade», apelou Raquel Nair, diretora da Fundação Bracara Augusta, uma das parceiras na organização do evento.

Daniela Azevedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.