Mafalda Arnauth

Mafalda Arnauth

Mafalda Arnauth, considerada uma das novas vozes do fado, também aceitou o convite para estar presente e atuar na cerimónia de entrega dos galardões de mérito que assinalaram o 27.º aniversário da elevação de Alverca a cidade.

O seu primeiro álbum, homónimo, foi lançado em 1999 e obteve o Prémio Revelação pelo, então, jornal Blitz. “Esta Voz que me Atravessa”, de 2001, “Encantamento”, de 2003, e “Diário”, de 2005, voltaram a merecer o aplauso da crítica e do público.

Seguiu-se “Flor de Fado”, em 2008, e, em 2009, a fadista participou no projeto de homenagem a José Carlos Ary dos Santos, “Rua da Saudade”, uma das suas principais referências. Em “Fadas”, em 2010, Mafalda presta homenagem às fadistas que mais influenciaram a sua carreira. Em 2013 chegou um novo disco, “Terra de Luz”, onde faz um dueto com Hélder Moutinho.

O público, que também a aplaudiu e acarinhou nesta passagem por Alverca do Ribatejo, sempre a recebeu de braços abertos. Na gala, que decorreu na SFRA – Sociedade Filarmónica Recreio Alverquense, ouvimos os sucessos de mais de duas décadas de carreira. A conversa de bastidores era inevitável.

Daniela Azevedo –

Daniela Azevedo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.